22/04/2018

Orgulho danado

E, não é lugar comum, não! Mas como é bom sentir aquele arrepio de emoção, de alegria, quando se fala da nossa Franca! Confesso que me senti assim, terça última, naquele Hotel Unique, monumental, e as lágrimas rolaram quando a esplêndida Malu Fiorese começou a lembrar o início e depois todos esses 50 anos da amada Francal!

22/04/2018

Como um filme

Junto com as cenas de fotos que relembravam tantos momentos marcantes, fui revendo a primeira edição no prédio atual da Prefeitura, então em fase final de construção. Os primeiros estandes montados, até na base do improviso, com o Liliko e o saudoso Orlando Dompieri fazendo o possível e o impossível. O saudoso Sr. Wilson de Mello, da Samello, cujo nome era uma bandeira, aderindo e levando gente boa com ele.

22/04/2018

Recepcionistas

Eram lindas, todas estudantes, da melhor sociedade, e o nosso Edson Luis Fernandes, junto com a Patrícia, fazendo o melhor do melhor numa felicidade que dava gosto. E, aí surgiram a Wanira e a Zezinha Salles, Elisa Gosuen (a primeira garota propaganda da Francal), a Sônia Leonetti, a Silé Jacintho e muitas mais, abraçando também a causa.

22/04/2018

Os desfiles gloriosos

Eram vistos e aplaudidos por governadores, embaixadores, importadores (que vinham de longe) e até presidentes da República. E eram, não apenas da nossa Franca, mas da capital paulista até de programas do Globo.

Selecione uma data

Veja edições anteriores: